TULLY

Pôster de "Tully" Créditos da Imagem: Diamond Films

Em TULLY, as dores e delícias da maternidade são apresentadas por Charlize Theron, que dá vida à protagonista Marlo, uma mãe atarefada de dois filhos e com mais um a caminho.

Dirigida por Jason Reitman e roteirizada pela ótima Diablo Cody (vencedora do Oscar com o genial Juno, em 2007), essa obra sensível e muito realista nos diz muito sobre os desafios diários de uma mãe vencida pelo cansaço.

Marlo, uma mulher muito inteligente e dona de um humor cáustico, está no final de uma gravidez não planejada do terceiro filho, às voltas com a rotina familiar nos cuidados de Sarah e Jonah, este último, portador de uma deficiência que os desafia diariamente.

Qualquer mudança na rotina gera crises de ansiedade em Jonah, e eles buscam a todo momento ajustar a vida para atendê-lo.

A deficiência nunca é identificada pelo nome, e o tratam como uma criança “peculiar”, gerando muita dúvida e ansiedade quanto ao futuro.

O marido, Drew, interpretado por Ron Livingston, se comporta muito calma e carinhosamente, mas segue distante da rotina em razão do seu trabalho e não abre mão do videogame antes de dormir, uma maneira de se afastar da realidade e da própria angústia, tornando a relação do casal quase fraternal.

Para compor sua Marlo, Charlize transforma a si mesma mais uma vez, como fez em Monster em um dos melhores papéis de sua carreira, que lhe rendeu um Oscar de melhor atriz. Ela engordou cerca de 15 kg para esse papel e se transformou em uma dona de casa de aparência maltratada.

Prevendo que a vida do casal se tornaria insuportável após o nascimento do bebê e que a regularização do sono é a chave de tudo, o irmão de Marlo, Craig (interpretado por Mark Duplass, excelente no papel de emergente arrogante e sem nenhuma empatia), a presenteia com uma babá noturna.

Reticente com a ideia inicialmente, mas levada por mais uma crise de Jonah, Marlo conhece Tully (Mackenzie Davis, a doce Yorkie do episódio San Junipero de Black Mirror), uma garota de 26 anos com espírito livre e fala mansa, e a conexão acontece quase que imediatamente. As duas mulheres se enxergam com admiração, e isso traz nostalgia à vida de Marlo.

Em TULLY, os problemas financeiros são a base de todo o estresse do casal. E o roteiro lembra a todo instante do quanto um mínimo de estabilidade financeira é necessária, além do quanto nos esquecemos de nós mesmos e do que nos proporcionou prazer em um passado não muito distante.

A história não é nada despretensiosa. As mães irão se identificar com a protagonista, pois trata-se de uma reflexão de grande profundidade empática sobre a maternidade nos dias atuais.

TULLY trata de sororidade, da ajuda necessária em um momento de crise, dos diversos papéis da mulher em uma relação e como esses papéis a sufocam. Toda mulher deseja ser forte e se superar nessa fase, mas a que custo?

TULLY estreia HOJE, 24 de maio, somente nos cinemas.

Sinopse

Marlo (Charlize Theron, vencedora do Oscar), mãe de três filhos, incluindo um recém-nascido, é presenteada com uma babá de seu irmão (Mark Duplass). Hesitante à extravagância no início, Marlo cria um vínculo único com a jovem babá pensativa, surpreendente e às vezes desafiadora chamada Tully (Mackenzie Davis).

Ficha Técnica

Título: Tully
Ano de Produção: 2018
Direção: Jason Reitman
Estreia: 24 de maio de 2018
Duração: 96 minutos
Classificação: 14 – Não recomendado para menores de 14 anos
Gênero: Comédia, Drama
País de Origem: Estados Unidos da América

Agradecimentos: Diamond Films

Tags:

Deixe seu comentário

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com