DELÍRIO, POESIA E MORTE – A SOLIDÃO DE ÁLVARES DE AZEVEDO

Capa do livro "Delírio, Poesia e Morte - A Solidão de Álvares de Azevedo" Créditos da Imagem: Editora Estronho

Capa do livro “Delírio, Poesia e Morte – A Solidão de Álvares de Azevedo”
Créditos da Imagem: Editora Estronho

Editora Estronho, juntamente com a Ugra Press, realizaram, no dia 08 de agosto de 2015, o lançamento do livro DELÍRIO, POESIA E MORTE – A SOLIDÃO DE ÁLVARES DE AZEVEDO, de Luciana Fátima.

A autora esteve presente para um bate-papo sobre a obra, seguido de sessão de autógrafos.

Sobre a Autora

Luciana Fátima é mestre em Comunicação, especialista em Língua Portuguesa e Literatura, fotógrafa, professora e tradutora. Tem contos publicados em diversas antologias e é autora dos livros Álvares de Azevedo: o poeta que não conheceu o amor foi noivo da morte, Extintas inscrições de sonhos mortos, e, em coautoria com Arlindo Gonçalves, de um projeto fotográfico intitulado “Diálogos com a Cidade”, em que busca refletir imageticamente sobre a cidade de São Paulo. Por essa iniciativa, publicou o livro de fotografias e poemas Carinhas (os) Urbanas (os), em 2009; e In Vino Férias: Diário de dois perdidos na Itália, em 2013.

Sobre o Livro

Álvares de Azevedo (1831-1852), ícone da geração romântica brasileira, ganha, pelas mãos da escritora e pesquisadora Luciana Fátima, uma biografia romanceada. Obcecado por temas sombrios e seguidor de poetas malditos, como Lorde Byron, o jovem morreu antes de completar vinte anos, daí o título de seu livro mais famoso, “Lira dos Vinte Anos”. Talvez sua morte precoce seja responsável por arregimentar uma legião de seguidores que espalham suas palavras pela Internet, transformando-o em uma espécie de ídolo pop. Em um belo exercício de alteridade, Luciana Fátima dá voz à trajetória do poeta, também conhecido como “o Byron brasileiro“, trazendo o testemunho humanizante de uma São Paulo ainda em formação.

Como afirma Bruno Matangrano, no prefácio, a autora:

“… captou o espírito dos oitocentos [e da cidade], tomando para si a voz do poeta. De tanto ler as obras de Azevedo e pesquisar sobre ele, tornaram-se amigos.”

A trágica lira azevediana ecoa por todas as páginas, nas quais é possível seguir os passos não apenas de Azevedo, mas, também, de outros importantes personagens da cena romântica que se desenrolava ao redor da Academia de Direito, no século 19.

A vida do poeta pode ter sido curta, mas certamente foi intensa e cheia de aventuras. E agora podemos acompanhá-lo, desde o nascimento (seria verdade que foi na biblioteca da Academia de Direito?) até o precoce e triste fim – que Luciana narra de maneira bela e emocionante. O livro pode ser adquirido na loja da Amazon.

Sobre a Ugra Press

A Ugra Press é uma editora independente, produtora de eventos dedicados à cultura alternativa, com loja virtual e, agora, também uma loja física. A loja é um misto de comic shop e livraria especializada, recheada de quadrinhos e publicações sobre cinema, música, ilustração, design, literatura e ativismo, com um carinho especial pela contracultura e destaque para as publicações independentes – de pequenos zines nacionais a disputadas edições importadas.

Local: UGRA PRESS
Endereço:  Rua Augusta, 1371 – loja 116
Data e Horário:  08 de agosto de 2015, das 15h00 às 19h00
Telefone para Contato:  (11) 3589-5459
Site na Web: www.ugrapress.com.br

Ficha Técnica:

Formato: 16 x 16 cm
Capa: Papel 250g, laminação fosca, com orelhas de 7 cm
Miolo: Papel offset 75g, com tratamento em cinza
Páginas: 232
ISBN: 978-85-64590-86-1
Editora: Editora Estronho

Fonte: Release Recebido da Autora

Tags:

Kleber Pedroso

Kleber Pedroso é Editor da Poltrona Digital e tradutor profissional. Graduado como Tradutor/Intérprete (1998), pós-graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (2010) e cursando uma segunda pós-graduação, em Filosofia (2018-2019).

Deixe seu comentário