Coca-Cola Plus Café Espresso

Créditos da Imagem: The Coca-Cola Company

A Coca-Cola tem inovado recentemente no mercado brasileiro lançando novos sabores da bebida, até então disponíveis apenas no exterior ou mediante importação.

A novidade mais recente é a COCA-COLA PLUS CAFÉ ESPRESSO, que aposta no conhecido paladar do público brasileiro, o segundo maior consumidor de café do planeta, segundo dados da Organização Internacional do Café.

A bebida é vendida em uma lata de 200 ml, e conta com 40% a mais de cafeína em sua composição (30,8 mg) em comparação à versão tradicional (22 mg). Entrando na onda dos alimentos “mais saudáveis”, a COCA-COLA PLUS CAFÉ ESPRESSO também contém 50% menos açúcar do que na versão clássica.

Provei a bebida, como bom apreciador de café que sou. O sabor é bastante agradável, encorpado, e realmente remete ao espresso tirado em máquina. O que me intrigou na mistura é que a combinação de Coca-Cola e café não ficou tão evidente, uma vez que o café sobrepõe a Coca, que quase não aparece.

Um ponto negativo, para mim, é que a quantidade de gás na lata é bem menor do que na versão tradicional. Logo, quem espera saborear uma Coca-Cola com tanto gás que faz cócegas no nariz ficará decepcionado(a).

Fico pensando se não teria sido melhor a empresa investir em uma linha de cafés gelados, uma vez que existe essa lacuna de produtos no Brasil, e é notadamente um nicho a ser explorado.

Cafés gelados são servidos em cafeterias a preços nada módicos, e uma empresa como o porte da The Coca-Cola Company provavelmente teria mais êxito no lançamento de um produto como esse e em sua manutenção no mercado do que a King Car Group of Taiwan,  que acabou não logrando êxito no Brasil na década de 1990 com o Mr. Brown Iced Coffee. Mas que era delicioso, ah, isso era!

Nota: 7,5

Tags:

Kleber Pedroso

Kleber Pedroso é Editor da Poltrona Digital e tradutor profissional. Graduado como Tradutor/Intérprete (1998), pós-graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (2010) e cursando uma segunda pós-graduação, em Filosofia (2018-2019).

Deixe seu comentário